Contabilidade & Serviços para Empresas Startup

Aconselhamento técnico para quem pretende criar a sua própria empresa

Em linguagem corrente a expressão: serviços de contabilidade, abarca um vasto leque de serviços, tais como o aconselhamento técnico nas áreas contabilística, administrativa, fiscal, de recursos humanos, de gestão, financeira, legal etc.

Fundamentalmente o empreendedor, que pretende criar uma nova empresa, deseja que o apoio técnico do gabinete de contabilidade seja o mais abrangente possível, de modo a reduzir o número de interlocutores e os que existem partilhem o máximo de informação, poupando tempo, dinheiro e garantindo que o trabalho desenvolvido em cada uma das áreas é coerente com a estratégia e as opções definidas para a empresa.

Embora um contabilista experiente possa e até deva ter conhecimentos em todas elas, não pode nem deve substituir-se aos profissionais das outras áreas.

Nesse sentido a Confis criou um conjunto de serviços multidisciplinares e específicos para startups, em que os nossos contabilistas servem de pivot e coordenam a partilha de informação entre as várias áreas técnicas envolvidas, garantindo como resultado final um serviço “chave na mão” para o empreendedor.

Mas vale a pena falar, agora em sentido mais estrito, dos serviços de contabilidade para startups. Esses referem-se aos serviços prestados pelos contabilistas no exercício das suas competências específicas que são as definidas no art. 6º do ESTATUTO DOS TÉCNICOS OFICIAIS DE CONTAS (DECRETO-LEI N.º 310/2009, de 26 de Outubro).

Quando pretendemos abrir um negócio, a primeira decisão que temos de tomar é a forma de desenvolver essa actividade. Se através da criação de uma empresa e que tipo de empresa, ou se o iremos fazer sem constituír uma sociedade.

Nesta fase é fundamental falar com um contabilista, que depois de perceber a sua situação concreta e os seus objectivos, lhe irá apresentar as vantagens e inconvenientes das várias alternativas aplicáveis ao seu caso específico e o poderá ajudar no processo de decisão. Essa análise técnica abrange nomeadamente as áreas da contabilidade, fiscalidade, laboral, administrativa e funcional do negócio em questão.

Caso o contabilista considere que existem dúvidas em áreas que extravasam a sua competência, irá aconselhá-lo a consultar um especialista das áreas em causa.

Na Confis e caso o empreendedor assim o pretenda, todo este processo é liderado pelo seu contabilista, que se encarregará de esclarecer essas dúvidas junto dos técnicos respectivos, ou em alternativa agendará uma consulta entre o empreendedor e o técnico da área. Tudo de uma forma transparente, económica e sujeita a valores tabelados, disponibilizados antecipadamente.

Após o cabal esclarecimento de todas as dúvidas o empreendedor está em condições de decidir se avança com o negócio ou não e em caso afirmativo se o faz em nome individual, ou através da constituição de uma sociedade.

Caso a opção recaia no exercício da actividade em nome individual, o processo burocrático de formalização dessa opção será conduzido na totalidade pelo seu contabilista.

Caso opte pela criação de uma sociedade, o processo relacionado com a sua constituição terá sempre a intervenção de um advogado, solicitador, ou notário, uma vez que, pelo menos, o reconhecimento das assinaturas é necessário. Na Confis e no âmbito dos serviços de contabilidade para startups a intervenção de um advogado não se limita apenas ao reconhecimento das assinaturas. (saber mais)

Na Confis, pode criar uma empresa  sem se levantar da cadeira, usufruindo de consultoria técnica permanente durante todo o processo e nas diversas áreas.

Após ou durante o processo de decisão, é aconselhável que o empreendedor recolha a informação necessária à elaboração de um orçamento mensal e/ou anual da empresa para que o trabalho da contabilidade possa servir como uma ferramenta de gestão e não apenas como simples cumprimento das obrigações legais.

O seu contabilista irá irá aconselhá-lo neste processo e validará consigo os items e os respectivos valores, de modo a eliminar possíveis imprecisões.

Este documento também servirá de base à consultoria de gestão para startups  que a Confis está preparada para lhe fornecer.

Posteriormente poderá haver a necessidade de parte do empreendedor de conhecer as soluções disponíveis no mercado em termos de emissão de facturas e documentos de transporte e outras obrigações legais. Também aqui o seu contabilista irá avaliar em conjunto consigo as opções aplicáveis ao seu caso concreto e coordenar as possíveis tarefas a desenvolver por terceiros.

Com o início de actividade, surge a fase do apoio em termos operacionais e administrativos ao empreendedor e aos seus colaboradores nomeadamente na organização da documentação, do arquivo, na elaboração de mapas internos, no registo de eventos vários, como faltas, horas extra etc.

Com o desenvolvimento da actividade da empresa, haverá lugar a todos os restantes serviços que prestamos às empresas, sejam elas startups ou não: contabilidade, apuramento de impostos, cumprimento das obrigações declarativas, análise financeira, consultoria fiscal, laboral e de investimento, salários nas suas várias componentes e obrigações etc.